• Théo Bueno

O USO DAS TRELIÇAS PLANAS E ESPACIAIS NA ENGENHARIA CIVIL

A treliça é uma estratégia estrutural usual na engenharia civil, ela é composta por componentes retos, de qualquer material sólido, que se encontram em suas extremidades, formando um nó, então, um nó é a ligação de quantos componentes forem calculados necessários para a estabilidade estrutural. Ou seja, por estarem ligados ao mesmo nó, no momento que uma força é aplicada na armação, ela é distribuída por todos os seus componentes, exigindo menos resistência deles, já que a força não é concentrada somente em um.

Como observado no título, pode-se dividir as treliças em dois grupos:

Treliças planas: Se baseiam em um plano treliçado, todas as cargas atuam nesse plano.


Treliça Plana

Treliças espaciais: São um conjunto de arranjos de treliças planas as quais podem possuir angulação ou não e, por sua armação se sustentar, elas têm a capacidade de romper grandes vãos sem o uso de pilastras.


Treliça Espacial

Apesar de diferentes e serem usadas em situações distintas, ambas distribuem a força por meio dos nós, dessa forma, é possível usar materiais menos resistentes que, consequentemente, serão mais baratos.

Percepção das treliças no cotidiano

As treliças estão presentes em quase todos os locais, entretanto, normalmente são ignoradas pelos olhos de quem não está procurando-as. Essa situação, muito se deve ao fato dela também ser um elemento arquitetônico. Então, muitas vezes ela está exposta, mas, não é vista como um elemento estrutural.

Por isso, a partir do momento que esse tipo de estrutura ganha definição, ela começa a ser mais notada e identificada. Por exemplo, com certeza você conhece a Torre Eiffel, mas, provavelmente, não sabia que ela é composta somente por treliças.



Torre Eiffel - Paris, França

E, assim como em uma das sete maravilhas do mundo, o sistema de treliças está presente em muitos outros lugares, como telhados de shoppings, telhados de aeroportos, telhados de rodoviárias, torres de telefonia e televisão.


Fonte: revistacasaejardim.globo.com


Fonte: revistaprojeto.com.br

MAS POR QUE A TRELIÇA É TÃO USUAL?

Isso ocorre pela sua versatilidade de comprimento e forma, isto é, as treliças podem compor desde um arco em espiral a um pilar reto com eficiência igual e dimensionamento de acordo com a resistência exigida para cada componente de forma separada, evitando superdimensionamentos.

Portanto, vários locais a adotam como solução para atravessar vãos e sustentar forças.

DESAFIO AO LEITOR

A partir de agora a palavra “treliça” já deve se relacionar à uma imagem, então, provavelmente, quando vê-la em seu cotidiano, você se lembrará de toda sua importância para a engenharia civil. E agora, desafiamos você a citar um local o qual as treliças se destacaram e você ainda não tinha as percebido!

Gostou desse assunto? Curta e compartilhe este post! Deixe seu comentário e esclareça qualquer dúvida.


128 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo