• Lisandra Oliveira, Camila Cordeiro, Ana Carolina

ETAPAS DE UMA CONSTRUÇÃO III


Continuando nossa série sobre as Etapas de uma Construção, vamos conhecer os principais conceitos, técnicas, decisões e curiosidades sobre a construção da parte elétrica e hidráulica


PROJETO ELÉTRICO


O projeto elétrico é muito importante para a segurança da edificação, impedindo falta de luz e curtos-circuitos. Ele é feito levando em conta o projeto arquitetônico e determina o porte da instalação, circuitos e materiais elétricos específicos para serem usados na obra, sendo a base para a alocação de todas as instalações elétricas.


1- ETAPAS BÁSICAS DE UM PROJETO ELÉTRICO

1.1. Escolha dos pontos de luz de acordo com a função de cada espaço;

1.2. Posicionamento das tomadas e interruptores levando em conta a função de cada um;

1.3. Alocação de quadros e circuitos;

1.4 Alocação dos eletrodutos;

1.5 Dimensionamento de toda a rede elétrica;




2- INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

Com o projeto elétrico em mãos, o eletricista é responsável por passar toda a fiação nos vãos abertos nas paredes. Isso garante que o projeto seja feito com a melhor qualidade e com os materiais corretos.

É de extrema importância que todo sistema elétrico seja testado antes de fechar os vãos. Isso facilita a correção de algum erro na instalação sem a necessidade de quebrar alguma parede posteriormente, gerando esperdício de materiais.




POSSO USAR TUBOS HIDRÁULICOS EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS?

NÃO! Os tubos utilizados para as instalações elétricas - eletrodutos - passam por inúmeros testes de segurança e resistência, específicos para a função que ele irá desempenhar, como por exemplo resistência de isolamento, calor, chama, entre outros. Não é correto utilizar canos para funções diferentes das indicadas, que é para passagem de água.


VOCÊ SABIA?

O projeto elétrico, quando bem executado, pode durar até 20 anos. Porém não é dispensável fazer revisões periódicas nas instalações. A recomendação é que, no mínimo, a cada 10 anos realize uma revisão para verificar o estado dos condutores, soquetes, interruptores e outros materiais elétricos usados na instalação.



O PROJETO HIDROSSANITÁRIO


O projeto hidrossanitário é responsável por todo planejamento da parte hidráulica da edificação. Ele também é feito a partir do projeto arquitetônico e é indispensável para uma boa performance e economia de água da residência. Além disso, previne imprevistos que podem gerar muitos gastos futuros como vazamentos, infiltrações e até mesmo odores desagradáveis dentro dos cômodos.




LEIS BÁSICAS PARA UM PROJETO HIDROSSANITÁRIO EFICIENTE:

1 - Potabilidade da água;

2 - Controle e planejamento apropriado;

3 - Economia de água e energia;

4 - Manutenção fácil e econômica;

5 - Baixos níveis de ruídos devido à ocupação humana;

6 - Conforto.



3- INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS

O bombeiro hidráulico que é responsável por fazer a instalação correta do sistema hidráulico, levando em conta o projeto hidrossánitário da edificação. São basicamente 4 partes principais: instalação da caixa d'água, instalações de água fria, de água quente e de esgoto.




INSTALAÇÃO DA CAIXA D'ÁGUA

A caixa d'água não pode ficar em qualquer lugar na edificação. Além da questão estrutural, devido ao seu peso, ela precisa ficar instalada em uma altura correta. Geralmente ela é colocada no ponto mais alto da residência, mas, no mínimo, a 1 metro e 20 centímetros acima do chuveiro.




O SEU CHUVEIRO QUEIMA COM FREQUÊNCIA? Um dos problemas causados pela instalação incorreta na caixa de água é a baixa pressão da água. Isso pode ocasionar diversos incômodos na edificação, incluindo a queima do chuveiro e até mesmo máquina de lavar roupas.


INSTALAÇÕES DE ÁGUA FRIA: Conjunto de tubulações, dispositivos, equipamentos e reservatórios com a finalidade de abastecer os pontos de utilização de água fria como, por exemplo, a cozinha, os banheiros e a lavanderia.


INSTALAÇÕES DE ÁGUA QUENTE: Conjunto de tubulações, dispositivos, equipamentos e reservatórios, específicos para a passagem de água aquecida, com a finalidade de abastecer os pontos de utilização de água quente como, por exemplo, chuveiros, lavabos, entre outros.


INSTALAÇÕES DE ESGOTO: Sistema responsável por receber a água que já foi utilizada ou a decorrente da chuva e enviá-las ao um local de destino. O ideal é que a água pluvial seja descartada separadamente da água do esgoto para evitar contaminação e promover um escoamento correto e eficiente de toda rede hidrossanitária da edificação.

ATENÇÃO: Esgoto NÃO é lixeira, portanto não descarte nada além da água usada na sua edificação na rede de esgoto. Além de impossibilitar a reciclagem de materiais pode causar inúmeros problemas de entupimento dos canos. Assim como o sistema elétrico, toda rede hidrossanitária precisa ser testada antes de fechar os vãos para garantir que não tenha nenhum vazamento ou erros de instalação.


Surgiu alguma dúvida? Gostaria de fazer alguma observação sobre o conteúdo? Comente e compartilhe com a gente!

#engenhariacivil #projetoeletrico #projetohidrossanitario #construção

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
001.png