• Anna Paula Figueiredo

A IMPORTÂNCIA DA ARBORIZAÇÃO URBANA E SEUS DESAFIOS

A engenharia civil tem um papel crucial pois é responsável pelos projetos de construções não só de residências e edifícios, mas também de rodovias e espaços públicos.

A urbanização no país e no mundo tem crescido nas últimas décadas, e a tendência é que esse crescimento continue. É nítido que espaços urbanos são em sua maioria densos, artificiais e apresentam forte impermeabilização do solo e uso de materiais altamente refletores.

Como minimizar esse problema? Implantando arborização de vias, praças, parques e jardins.


Campus da Universidade Federal de Viçosa - Viçosa


Importância e planejamento

A importância de se ter vegetação agregada no espaço urbano vai muito além do estético e bem estar psicológico. Áreas verdes em cidades podem alterar o microclima, reduzir a poluição atmosférica e sonora, além da proteção da avifauna local.

Existem dois tipos de planejamento, que deve ser feito por profissionais habilitados como os da áreas de engenharia, agronomia e geociências (como exija o devido registro da Anotação de Responsabilidade Técnica – ART, de acordo com a Lei Federal n.º 6.496/1977) que é quando o projeto começa do zero, por exemplo uma rua que está sendo planejada e ainda não possui pavimentação e construções ou até mesmo a implantação de uma praça. Outro caso e mais recorrente, é quando já existe a via e construções ao seu entorno e as espécies arbóreas são implantadas depois. Com isso, o profissional deve:

  • Realizar o reconhecimento do local e suas características;

  • Fazer a escolha de espécies adequadas para cada tipo de espaço;

  • Formalizar o projeto.


Fatores

Para o segundo caso dito - quando a implantação de espécies e elementos paisagísticos é feita onde já existe todo um entorno (casas, rede de esgoto, pavimentação, calçadas etc), - os elementos presentes nos espaços urbanos influem diretamente na escolha da arborização, pois as árvores ocupam um espaço tridimensional, sendo de fundamental importância que esse espaço destinado possa conter a árvore ou outro tipo de planta (arbustos, plantas de pequeno porte etc). Todavia, a escolha da espécie leva em consideração a largura da rua e a largura da calçada, sendo elas de extrema importância já que a vegetação não pode ocupar o espaço da calçada toda, a fim de garantir acessibilidade a veículos e pedestres. Logo, existem também outros fatores que requerem atenção, como:

  • Presença de postes e fiação;

  • Serviços subterrâneos (saneamento);

  • Iluminação pública;

  • Afastamento predial.

Tais condições interferem muito sobre o tipo de espécie a ser implantada. O porte da árvore deve ser considerado para que não haja problemas, pois a copa da árvore NÃO deve ter conflito com a rede elétrica e ofuscar a iluminação pública e as raízes NÃO devem obstruir equipamentos hidráulicos.

Portanto, quando esses critérios são levados em consideração, partimos para a escolha das espécies.


Escolha de espécies

Falando de maneira geral, espécies para locais públicos precisam obedecer algumas condições, como:

  • Não ter frutos e flores tóxicos e grandes para não cair em pessoas e em carros;

  • Não apresentar espinhos em seu caule;

  • Não possuir raízes superficiais para não danificar calçadas e construções;

  • Ser resistente e rústica as adversidades do ambiente;

  • Não ser caducifólia, ou seja, não cair sua folhagem em grandes quantidades para evitar entupimento de bueiros.

  • Não ser espécie de crescimento rápido. Já ouviu o ditado “a pressa é inimiga da perfeição”? Pois é, as árvores seguem essa lógica. Quanto mais lento seu crescimento, melhor sua rusticidade, menor sua fragilidade e sua suscetibilidade à quebra.

Logo, algumas espécies são bem frequentes quando o assunto é arborização, mas lembrando que cada caso precisa ser estudado com profissionais especialistas no assunto.


Oiti: Uma das mais empregadas por ter folhagem durante o ano todo, ser de médio porte e ser muito resistente a poda.


Fonte: https://www.malaimansoresort.com.br/sustentabilidade/arvores/oiti/


Pau-ferro: Largamente utilizada em praças pela sua resistência e beleza.


Fonte: Pau ferro | Arboriza Teutônia (teutonia.rs.gov.br)


Pata-de-vaca


Fonte: Pata de vaca | Arboriza Teutônia (teutonia.rs.gov.br)

Ipês: Possuem alta rusticidade e produz flores lindas, porém tem o problema de queda das folhas e flores.


Fonte: Ipês-Amarelos colorem o Distrito Federal | CicloVivo


Jacarandá-mimoso: Apresenta floração exuberante, raízes profundas e é largamente usada.


Fonte: 31 árvores que você pode plantar em sua calçada - Soluções para Cidades - Novo Portal (solucoesparacidades.com.br)

65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
001.png